SOluções para Cerveja

Vamos juntos fazer a
Melhor cerveja

Lúpulo e seus derivados

Chegou sua hora de reescrever a história da cerveja no Brasil.

A LNF deu a volta ao mundo em busca do melhor lúpulo do planeta, para fortalecer sua parceria com o a maior fornecedor mundial deste insumo, a Barth-Haas Group.

Esse é o momento para quem busca altos padrões de qualidade na fabricação da cerveja. Um trabalho totalmente focado em micro-cervejarias que buscam destacar seu produto no cenário nacional e, por que não, mundial.

O Grupo Barth-Haas é líder mundial no suprimento de lúpulos, produtos de lúpulos e serviços através de um time de companhias integradas verticalmente em todo o globo.

Com sua presença global, e escritórios de operações na Alemanha, Estados Unidos, Reino Unido, Austrália e China, o Grupo Barth-Haas atua, desde 1794, em todas as etapas da cadeia de abastecimento de lúpulo, desde seu cultivo até o desenvolvimento e aplicações de seus produtos especializados para a indústria cervejeira e afins, atendendo grandes e pequenos clientes em todo o mundo.

 

Enzimas para cerveja

Você pode deixar seu processo mais rápido e eficiente com o que há de mais moderno das enzimas Novozymes, líder mundial em enzimas.

Ultraflo®, Termamyl® e Maturex® são alguns exemplos das enzimas que estão disponíveis pela LNF, garantindo ganhos e solução de problemas na sua produção de cerveja.

 

 

Leveduras para cerveja

A pioneira em fabricar e comercializar leveduras secas para cerveja lager, a Fermentis produz leveduras que atendam aos requisitos das cervejeiras industriais, artesanais e homebrewers. Uma gama de leveduras para produção de cervejas de alta fermentação também foi desenvolvida para produzir ales com perfis de sabores autênticos. As leveduras são produzidas em instalações de propagação dedicadas e de última geração que depois são cuidadosamente secas para preservar suas características.

As diferentes linhagens estão disponíveis a partir de fontes europeias reconhecidas que permitem a produção de cervejas de alta qualidade.

Temos disponível a pronta entrega as seguintes cepas: S-33, BE-134, T-58, WB-06, BE-256, S-04, US-05, K-97, S-23, S-189, W-34/70, F2, Safcider.

Perguntas frequentes

Materiais Complementares

  • 01) O que é pellet T90?

    Os lúpulos em pellets tipo 90 são produzidos pela abertura dos fardos de lúpulo, separando todo material estranho, moendo o lúpulo em moinho de martelo, prensando o pó num pelletizador e embalado os pellets em atmosfera inerte. Receberam esta denominação porque contêm aproximadamente 90% dos componentes não resinosos (celulose, proteína, etc.) encontrados no cone.

  • 02) O que é pellet T45?

    Também chamados de pellets de lúpulo enriquecido, são um produto de lúpulo de caldeira que fornece amargor e aroma a cerveja. Os ácidos amargos e os óleos de lúpulo são concentrados mecanicamente mediante a retirada de boa parte da porção fibrosa vegetativa do cone, enriquecendo assim o teor de lupulina. Se denominam T45 pois através do enriquecimento, historicamente eles contêm aproximadamente 45% de componentes não resinosos (celulose, proteína, etc.) encontrados no cone.

  • 03) O que é BBC PURE HOP PELLETS™?

    Desenvolvido em colaboração com Boston Beer Company, o BBC Pure Hop Pellet™ aumenta o rendimento de voláteis de lúpulo, resultando em um maior aroma e sabor, além disso, proporciona maior homogeneidade e melhora estabilidade de armazenamento. É produzido usando uma moagem mais uniforme do que o padrão Tipo T90, utiliza-se um processo a temperatura negativa (-35ºC) para prevenir oxidação das resinas e óleos essenciais.

  • 04) O que é PHA?

    O Grupo Bath-Haas oferece uma série de produtos avançados de aroma de lúpulo conhecida como aromas de lúpulo PHA, produzidos pela Botanix Ltd. Especificamente formulados para fornecer aroma á cerveja, tanto aroma de lúpulo final de fervura, quanto de dry-hopping.

    Esses produtos são preparados com a utilização de tecnologia patenteada, incluindo a extração e métodos específicos de destilação. O PHA é completamente solúvel em água e estável a luz podendo ser adicionado após a fermentação. Esse produtos são divididos em três aplicações:

    PHA CLASSIC: Desenvolvido para fornecer aroma e sabor de lúpulo de final de fervura á cerveja, dão atributos específicos a cerveja incluindo cítrico, floral herbal entre outros;

    PHA VARIETAL: Desenvolvido para fornecer aroma e sabor de lúpulo de final de fervura á cerveja, estando disponível a partir de variedades famosas como Saaz, Tradition, Hersbrucker entre outras;

    PHA TOPNOTE: Projetado para fornecer um meio eficiente e flexível de adicionar aroma de lúpulo fresco a cerveja, de maneira consistente, com impacto imediato no sabor usando uma dosagem simples e direta na cerveja pronta. Disponíveis por variedade dentre elas Citra, Cascade e Saaz.

  • 05) O que é Extrato de CO2?

    O solvente dominante utilizando em todo o mundo para a extração dos lúpulos é o dióxido de carbono (CO2), utilizando-se do método supercrítico todos os componentes de resina do lúpulo que interessam ao cervejeiro são extraídos, resultando em uma pasta verde escura. Esse extrato tem muitas vantagens sobre os produtos de caldeira como aumento no tempo e na qualidade de estocagem, maior uniformidade do produto e melhor utilização do extrato na caldeira.

  • 06) O que é IKE?

    O extrato de caldeira isomerizado (IKE), é produzido pelo aquecimento do extrato de resina pura de CO2 com um catalizador de magnésio, sob condições controladas, que converte os ácidos alfa em isso-alfa-ácidos com uma transformação superior a 95%. Todas as propriedades de fabricação são semelhantes ao extrato de CO2 convencional.

  • 07) O que são extratos avançados?

    O Grupo Bart-Haas produz produtos de amargor pós-fermentação a partir de extrato de lúpulo CO2 por meio de um processo aquoso completo para separar ácidos alfa isomerizados de outros componentes do extrato de lúpulo. A estre produto se dá o nome de Isohop®.

    Também estão disponíveis três extratos de lúpulo isomerizados de modo normal chamados de ácidos rho, tetrahidro e hexahidro-iso-alfa, que comercialmente são chamados de RedihopTM Tetrahop Gold®, Hexahop Gold®.

    Isohop®: Padronizado a 30% de ácidos isso-alfa por HPLC, é utilizado para substituir lúpulos de amargor por questão de utilização ou economia e para ajustar amargor em cervejas que foram poucos lupuladas na caldeira;

    RedihopTM: Padronizado a 30% de ácidos isso-alfa por HPLC. Apresenta proteção de sabor contra exposição á luz quando usado como única fonte de amargor derivado de lúpulo ou em conjunto com outros produtos de lúpulos reduzidos. Seu amargor é frequentemente descrito agradável a suave;

    Tetrahop Gold®: Padronizado a 9% de ácidos isso-alfa por HPLC. Melhora a espuma da cerveja quando dosado pós-fermentação em substituição a lupulagem normal. Apresenta proteção de sabor contra exposição á luz quando usado como única fonte de amargor derivado de lúpulo ou em conjunto com outros produtos de lúpulos reduzidos;

    Hexahop Gold®: Padronizado a 10% de ácidos iso-alfa por HPLC é o nome comercial utilizado pelo Grupo Barth-Haas a uma combinação de 50:50 de ácidos hexa-hidro-isso-alfa e tetra-hidro-isso-alfa. É um extrato de lúpulo com sabor limpo que melhora a estabilidade da espuma e pode ser usado para lupulagem estável a luz nas cervejas que serão embaladas com vídeo claro ou verde.

  • 08) Devo reidratar o fermento antes do uso?

    Sim. As leveduras secas da Fermentis se parecem com uma esponja composta por micro esferas bem compacta entre si. Esta esponja está pronta para absorver água. As células necessitam recuperar água que perderam durante a secagem para dar início a fermentação. Logo após a secagem as membranas celulares apresentaram uma grande rugosidade que ao se reidratada se transformam em uma superfície perfeitamente lisa.

  • 09) Como devo reidratar levedura seca?

    Para reidratar a levedura seca e convertê-la em um creme de levedura, você deve espalhar a levedura em um volume de água estéril ou mosto 10 vezes superior ao seu peso. Agitar suavemente e deixar repousar por 30 minutos. Passado o tempo de espera, você pode inocular o creme resultante em seu tanque de fermentação. Deve-se respeitar as temperatura de reidratação para cada tipo de levedura:

    ALE: 250C - 290C
    LAGER: 210C - 250C

  • 10) Devo reidratar em água ou mosto?

    As leveduras da Fermentis podem ser reidratas em água ou mosto, em ambos os casos estéreis. Para reidratar com mosto, você deve logo após a primeira adição de lúpulo e fervura por pelo menos 15 minutos, retirar um volume e deixar esfriar até a temperatura ideal. Faça a hidratação durante 30 minutos e logo após inocule o creme no tanque fermentador.

  • 11) Posso reutilizar levedura após a fermentação?

    A reutilização de levedura de um lote anterior requer muito conhecimento, tanques específicos e obrigatoriamente em um ambiente com boas condições de limpeza. É necessário também equipamentos de laboratório e uma pessoa para avaliar a qualidade da levedura coletada entes de sua inoculação. Para levedura lager, se recomenda não reciclar mais de 4 vezes.

Nossas áreas de atuação

Copyright © 2017 LNF. Todos os direitos reservados.

 

Precisa de ajuda?

+55 (54) 2521-3124
Lnf@Lnf.com.br

Rua Fioravante Pozza, 198
CEP 95707-056 — Bento Gonçalves
RS — Brasil

graphia